Warning: time() expects exactly 0 parameters, 1 given in /home/blogprealfacom/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/frontend/class-frontend.php on line 167
Ciências da natureza Dicas

O que é eletroquímica e quais tópicos sobre o tema podem cair no Enem?

o que é eletroquímica
Escrito por Pré-Alfa
Powered by Rock Convert

Você se lembra o que é eletroquímica? Esse assunto é um ramo da Química que você já estudou. E no Enem está dentro dos temas do caderno de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Ao ler este artigo, você vai perceber que o nosso cotidiano está constantemente envolvido com as reações que ocorrem na eletroquímica. Por isso, o Enem cobra questões relacionadas a essa matéria.

Vamos esclarecer o que é eletroquímica e quais são os temas que você deverá estudar para esse exame. Confira!

O que é Eletroquímica?

Eletroquímica é uma área que estuda as reações que transformam a energia química em elétrica, como acontece no caso das pilhas e baterias. No processo inverso, ocorre a eletrólise que será explicada adiante.

É por meio da eletroquímica que podemos sair de casa com os equipamentos eletrônicos portáteis. Esses dispositivos causam polêmica, pois provocam impactos ambientais tanto no processo de produção quanto no descarte.

Conteúdos de Eletroquímica que podem cair no Enem

Agora que você já refrescou a memória sobre eletroquímica, veja a seguir os principais tópicos sobre esse ramo da Química:

Pilhas e baterias

As pilhas são dispositivos que transformam energia química em elétrica. São compostas por dois eletrodos (polo positivo e negativo) e um eletrólito. Estes são soluções ácidas que permitem a troca de elétrons.

Quando esses materiais são colocados em um recipiente ou invólucro, que é a pilha, ocorre uma reação espontânea provocando a circulação dos elétrons. Com isso, gera a corrente elétrica para funcionar os equipamentos.

As baterias funcionam da mesma forma que as pilhas. No entanto, a diferença é que são várias pilhas ligadas em série ou paralelo. Sua vantagem é que enquanto uma pilha tem 1,5 V, uma bateria pode ter 12 V, por exemplo.

As pilhas mais conhecidas no mercado são:

Powered by Rock Convert
  • pilhas secas ou comuns;
  • pilhas alcalinas;
  • pilhas de lítio e dióxido de manganês.

Oxidação e redução

Quando citamos oxidação logo lembramos da ferrugem. Nesse processo, o ferro, que perde elétrons (oxidação), é o agente redutor. Já o oxigênio, que recebe elétrons (redução), é o oxidante. Portanto, para produzir as baterias os fabricantes precisam provocar esses dois fenômenos que também são conhecidos como oxirredução, oxidorredução ou redox.

Estude bem a tabela de potenciais de redução. Por meio dela, é possível determinar se um elemento corre ou não o risco de oxidar. A partir dessa pesquisa é possível se antecipar para desenvolver processos que protejam esse material.

Eletrólise

Na eletrólise, acontece o contrário das pilhas. Nela é produzido energia química por meio da elétrica e o processo não é espontâneo. No entanto, também ocorre a oxirredução. A eletrólise pode ser provocada por dois processos. Veja quais são:

  • eletrólise ígnea: o ambiente não contém água, a substância do processo se encontra fundida;
  • eletrólise aquosa ou em meio aquoso: utiliza água.

A indústria utiliza a eletrólise para proteger metais através da galvanização, além de produzir hidrogênio, soda cáustica, sódio metálico, alumínio, gás, cloro etc.

A bauxita é o principal componente da eletrólise ígnea do óxido de alumínio. Trata-se de um minério que provoca impactos ambientais na sua extração. Portanto, fique atento, que esse assunto pode gerar questões envolvendo temas relacionados ao meio ambiente.

Ânodo e cátodo

Como já citamos, o eletrodo da pilha contém dois polos. O positivo recebe o nome de cátodo e nele ocorre a redução (ganho de elétrons). Já o negativo é conhecido como ânodo ocorre o processo da oxidação (perda de elétrons).

No funcionamento normal de uma pilha, ou seja, quando ela está descarregando, os elétrons saem do ânodo e entram no cátodo. Guarde bem toda essa sequência e, nunca confunda os polos.

Assim, sabendo o que é eletroquímica, seus principais conteúdos, sua importância no dia a dia e porque o Enem pode cobrar essas questões, fique por dentro de todos os assuntos relacionados a essa área para que você possa se preparar bem para o exame.

Sabia que para fazer uma boa prova não precisa estar sozinho? Entenda 4 vantagens de fazer cursinho para o Enem.

Para acompanhar mais conteúdos sobre o assunto, não deixe de seguir a nossa página! 

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Pré-Alfa

Deixar comentário.

Share This